O uso de softwares de Simulação Computacional promove o aumento da competitividade e da lucratividade das empresas.

Quando se realiza um investimento tecnológico em uma empresa se espera que o retorno do investimento promova a melhoria dos produtos, incluindo a redução do tempo de desenvolvimento, a redução da quantidade de protótipos, a economia de recursos e, consequentemente, o aumento da lucratividade e da competitividade da empresa.

Ao longo dos anos, o alto custo de desenvolvimento de produtos tem sido um problema para muitas empresas.  Cada vez mais os empresários buscam alternativas para diminuir estes custos, principalmente investindo em novas tecnologias.

Uma tecnologia em especial vem chamando a atenção de pequenas, médias e grandes empresas: a Simulação Computacional.

A Simulação Computacional permite simular o funcionamento do produto no computador para saber com antecedência sobre seu desempenho, antes mesmo de ser colocado em produção.

Com a simulação é possível conhecer previamente os pontos fortes e fracos do projeto e corrigir possíveis erros, uma vez que permite testar diferentes possibilidades ainda na fase de concepção.

Imagine quanto a sua empresa pode lucrar evitando o desperdício de tempo e de recursos, prevendo antecipadamente possíveis erros, evitando custos de reparação de falhas encontradas tardiamente, sem falar nos danos que uma falha pode causar à imagem da empresa.

Portanto, simular virtualmente o funcionamento de um produto faz com que todos os procedimentos e etapas do desenvolvimento sejam mais bem planejados e executados, consequentemente permitindo um êxito maior na implantação e aceitação do produto no mercado.

Como investir corretamente na tecnologia de Simulação Computacional

O primeiro passo para quem deseja investir na aquisição de softwares de CAE (Computer Aided Engineering) é difundir para várias áreas da empresa, ainda na fase de avaliação, a cultura desta tecnologia. Cada setor pode contribuir com informações relevantes para o processo de aquisição, buscando quantificar a economia de recursos, ou aumento da receita, que podem ser obtidos pelo uso do software de Simulação Computacional:

  • Engenharia: redução do tempo de desenvolvimento, redução ou eliminação de protótipos e testes experimentais, redução de massa de componentes;
  • Produção: melhoria do processo, ou em alguns casos, alteração do processo de produção. Exemplo, ao invés de usar chaparia, produzir por fundição;
  • Qualidade: redução ou eliminação de falhas em campo e ocorrências de recall;
  • Suprimentos: redução de recursos pela compra de materiais mais baratos, que também atendam às necessidades de projeto;
  • Comercial: aumento da receita por vender produtos com melhorias implementadas pelo software;

No passo seguinte, o setor financeiro realiza o cálculo do payback e a administração da empresa consolida todas as informações para a tomada de decisão de realizar o investimento.

Depois da aquisição do software, é realizada a fase de implantação. São realizados os treinamentos de qualificação, de modo a permitir que os colaboradores possam ter domínio da ferramenta e aplicar corretamente os conhecimentos adquiridos.

Somente uma empresa altamente especializada na comercialização de tecnologias de Simulação Computacional é capaz de apresentar a solução ideal e adequada para cada tipo de empresa. A VirtualCAE pode ajudar a sua empresa na implementação desta tecnologia.

Atuando no mercado desde 2006, tendo vários clientes em vários setores da indústria brasileira, desenvolve e comercializa softwares de Simulação Computacional, além de prestar serviços de engenharia e lecionar treinamentos conceituais e de aplicação do software.

Se você pretende implantar a tecnologia de Simulação Computacional na sua empresa, você encontrou o parceiro correto.  Fale conosco sobre seus desafios. Encontraremos a solução ideal para atender sua necessidade.